Polícia Civil prende seis suspeitos de fraude de notas fiscais e desvio de R$ 800 mil de loja em Manaus

Prisões ocorreram durante a operação “Iscariotes”. Uma funcionária e o gerente da loja estão entre os presos.

Polícia Civil realizou, nesta segunda-feira (12/08), a prisão de seis suspeitos de envolvimento em um esquema criminoso que causou  prejuízo estimado em R$ 800 mil a uma empresa de alimentos e bebidas. As prisões ocorreram durante a operação “Iscariotes”. Três das seis pessoas foram apresentadas à imprensa, durante coletiva, na manhã desta segunda-feira, sendo eles: um cliente, gerente e funcionária da loja.

De acordo com a polícia, o esquema criminoso consistia na saída de mercadorias, que seriam acima do quantitativo que constava nos pedidos de venda, seguida da emissão de notas fiscais contra clientes, sem autorização de liberação.

A operação cumpriu 11 mandados de busca e apreensão, além das prisões, segundo o delegado Guilherme Torres, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

Ainda segundo ele, as outras três pessoas não terão os nomes divulgados até que a ligação no crime seja totalmente esclarecida.

“Iremos preservar o nome e a imagem em razão de que se trata de uma prisão temporária, ainda não temos convicção da participação dessas pessoas, que não serão apresentadas. Com relação aos três apresentados, temos a convicção de que participaram diretamente nesses desfalques”, disse o delegado.

Os presos vão responder criminalmente por furto qualificado, mediante fraude e associação criminosa.

Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *